Ministro Alexandre de Moraes nega pedido de liberdade de Lula

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes negou pedido de liberdade proposto pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ministro também rejeitou outro pedido para que o recurso fosse julgado pela Segunda Turma do Supremo, e não pelo plenário. Moraes também não atendeu o pedido de uma liminar que tirasse Lula da cadeia até que o recurso contra a condenação dele na Operação Lava Jato seja julgada no STF.

A defesa do ex-presidente recorreu da decisão do relator, ministro Edson Fachin, que, na sexta-feira (22), enviou pedido de habeas corpus ou prisão domiciliar do ex-presidente para julgamento pelo plenário, e não na turma, como queria a defesa.

A segunda turma é formada pelos ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, além de Edson Fachin e Celso de Mello. Em recente decisão, a turma concedeu liberdade ao ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu e ao ex-tesoureiro do PP, João Claudio Genú, os dois, assim como Lula, condenados em segunda instância.

Lula foi condenado a 12 anos e 1 mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex em Guarujá (SP).

Com a confirmação da condenação na Operação Lava Jato, o ex-presidente foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa, que impede a candidatura de condenados pelos órgãos colegiados da Justiça.

Com informações da Agência Brasil

Foto: Clickr