STJ reduz pena de Lula no caso tríplex do Guarujá

A 5ª Turma do STJ Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nesta 3ª feira (23/04) pela redução da pena do ex-presidente Lula no caso tríplex do Guarujá (SP), no qual foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A decisão foi unânime.

A pena de Lula havia sido fixada, em 2ª Instância, a 12 anos e 1 mês de prisão. Foi reduzida pela Turma para 8 anos, 10 meses e 20 dias de prisão, com pagamento de 175 dias-multa –135 para o crime de corrupção passiva e 40 para de lavagem de dinheiro.

De acordo com a decisão, Lula terá ainda que pagar indenização no valor de R$ 2.424.991 para reparação de danos, pelas vantagens recebidas.

Advogados e amigos do ex-presidente já pensam em organizar uma vaquinha para que ele pague a multa estabelecida pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) para que possa cumprir o restante do tempo de prisão em casa.

As informações foram publicadas pela jornalista Mônica Bergamo no jornal Folha de S. Paulo. O pagamento da multa é um dos requisitos para que o presidente possa pedir o cumprimento do restante de sua pena em regime semiaberto, a partir de setembro quando terá cumprido 1/6 da pena.

A arrecadação de contribuições financeiras para pagar obrigações com a Justiça já foi usada anteriormente pelos petistas José Dirceu, José Genoíno e Delúbio Soares.

Se pagar a multa Lula poderá ir para casa até o final de setembro e torcer que não tenha uma nova condenação no caso do sítio de Atibaia (SP)onde também é acusado do recebimento de vantagens indevidas.

E você, participaria da vaquinha para ajudar Lula a sair da prisão?

Com Informações Poder 360 e Jornal Folha de São Paulo

Imagem: Correio Popular